Sexo e festas de fim de ano

Como as festas de fim de ano afetam sua vida sexual

Veja como essa época festiva pode mexer com o seu desejo

CASAL COM TAÇA NAS MÃOS BRINDANDO O ANO NOVO

Nesta época do ano, a maioria das pessoas têm duas coisas em mente: férias e sexo. Com esse conceito preestabelecido, os especialistas em brinquedos sexuais da empresa Adam & Eve compilaram um Guia Sexual não só para aprimorar suas práticas sexuais durante o fim de ano, mas também para saber quem está fazendo o que, onde e como.

 

Leia também:

– 5 Formas de melhorar o relacionamento

– 10 Benefícios do sexo para a saúde da mulher

– Entenda a relação entre trabalho e vida sexual

 

Eles solicitaram a 1.000 pessoas nos Estados Unidos que preenchessem uma pesquisa on-line sobre seus hábitos sexuais durante a temporada do Papai Noel. O que eles descobriram foi bastante surpreendente: algumas pessoas fazem sexo muito mais e melhor durante esse período.

– 34% das pessoas relatam ter 3x mais orgasmos no natal do que costumam ter em outras épocas do ano;

– 30% dos entrevistados relataram fazer sexo 3x mais;

– 47% dos participantes utilizam brinquedos sexuais com a mesma frequência de antes;

– 1 em cada 4 casais admitiu recorrer a brinquedos sexuais nessa época;

– 67% dos entrevistados ser melhores amantes durante as férias do que no resto do ano;

 

Apesar de tantas notícias boas, nem todo mundo consegue se sentir motivado nessa estação. As listas de compras, de coisas a fazer, presentes e a organização das férias podem gerar muito estresse.

Mas com algumas dicas especiais, espero motivar você e seu parceiro investirem na intimidade durante o fim de ano!

 

1.    Faça do seu tempo juntos um momento especial

CASAL HOMOSSEXUAL FEMININO SE BEIJANDO E SORRINDO

Em uma pesquisa de 2017 com mais de 2.000 jovens de 18 a 91 anos nos Estados Unidos, o Prof. Brian Dodge – do Centro de Promoção da Saúde Sexual da Escola de Saúde Pública da Universidade de Indiana em Bloomington – identificou quais comportamentos sexuais são os mais preferidos.

Os resultados revelaram que 87,8% das pessoas acham o carinho mais atraente. Além disso, 72,6% sentem o mesmo ao assistir a um filme romântico.

Então, que tal aconchegar-se no sofá e escolher um filme romântico de Natal? Quem sabe essa não é uma oportunidade para ter alguns momentos íntimos preciosos.

 

2.     Se você tiver a chance, aproveite ao máximo

CASAL HETEROSEXUAL SE BEIJANDO NO SOFÁ

No mesmo estudo, o professor Dodge descobriu que 77,4% acham atraente fazer sexo em outra parte da casa. Se você tiver a sorte de ter a casa sozinha por algum tempo, por que não tentar?

Se isso não for possível, que tal reservar uma noite fora? Fazer sexo em um quarto de hotel foi considerado atraente por quase 80% dos entrevistados.

Você pode até combiná-lo com uma massagem para casais – algo que aparece em 56,8% da lista.

 

3.     Vamos falar sobre sexo

CASAL HETEROSEXUAL CONVERSANDO NO SOFÁ

É crucial citar a importância de uma boa comunicação quando se trata de satisfação sexual.

Há muitas evidências que demonstram a quedo do interesse sexual com o passar dos anos. Principalmente entre as mulheres, em especial no início da menopausa, mostram as pesquisas.

Conversar com o parceiro sobre os desejos, expectativas ou problemas – se sente dor durante o sexo ou se está cansada demais – pode significar um maior envolvimento e interesse pela vida sexual do casal.

 

Sua vida sexual feliz durante o ano todo

Arranjar um tempo para sentar com o parceiro (a) e conversar sobre os pontos de vista do sexo nessa época do ano pode ajudar. Além disso, demonstra o quanto ambos se importam com a relação.

Outras ideais incluem provocar seu parceiro (a) a noite com roupas íntimas novas e sensuais – classificadas por quase 60% dos entrevistados como muito atraentes – ou dar um beijo de feliz ano novo num espeço mais reservado e separado da multidão.

Desde que você e seu parceiro (a) se sintam especiais, fique à vontade para demonstrar seu carinho!

CASAL HETEROSEXUAL DEITADO NA CAMA

Lembre-se: Mulheres e homens que estejam preocupados com a queda do desejo sexual devem procurar primeiro seu médico para garantir que tudo esteja bem. Algumas condições médicas e medicamentos podem interferir na libido, assim como alguns estados hormonais.

Além da pesquisa sobre o assunto, a terapia sexual pode ser uma excelente opção para garantir uma vida sexual mais ativa e saudável durante o ano todo. Além disso, ela pode ser extremamente útil só de desmascarar alguns mitos que impedem o paciente de viver sua sexualidade de forma plena.

Para marcar uma consulta, ser avaliado ou conversar sobre suas dificuldades sexuais, ligue para: (31) 3097-1308 ou entre em contato pelo e-mail: contatodrmax@gmail.com

Para ficar por dentro do conteúdo de urologia e sexologia, me acompanhe nas redes sociais: @doutormax

0 respostas

Deixe uma resposta

Participe da discussão.
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *