Mindfulness e a vida sexual

Como o Mindfulness pode melhorar sua vida sexual?

Aprenda a estar mais presente durante o sexo

Jovem casal feliz, olhando-se com carinho

Defendida por profissionais de saúde, celebridades e uma série de autores best-sellers, “Mindfulness” tornou-se um tema quente, e promete otimizar a saúde e o bem-estar.

Em sua última aplicação, sexólogos e conselheiros psicossexuais estão explorando como a prática pode melhorar a realização sexual. Mas Mindfulness (atenção plena, em tradução livre) é apenas um jargão, ou pode realmente melhorar a vida sexual?

Para o Dr. Lori Brotto, Diretor do Laboratório de Saúde Sexual da UBC, no Canadá, a técnica ajuda sim a melhorar o desempenho sexual:

“Tivemos um feedback muito positivo das mulheres que participaram da nossa pesquisa. Comentários como “jamais teria imaginado que aumentar meu foco seria essencial para melhorar minha satisfação sexual” e “aprender habilidades de Mindfulness trouxe benefícios para além da minha sexualidade, beneficiou minha vida”, exemplificam a eficácia da técnica.

 

Leia mais:

O que você sabe sobre zonas erógenas?

Entenda o orgasmo feminino: como chegar lá?

Por que é importante ter uma vida sexual saudável?

 

Mindfulness significa aprender a focalizar a atenção no que estamos vivenciando, momento a momento, com curiosidade e compaixão, com a mente aberta e sem julgamentos.

A prática deriva budismo, e há décadas tem sido utilizada no tratamento de doenças, tanto psicológicas (depressão, ansiedade, bulimia, vícios) quanto físicas (dor e todas as doenças em que o estresse desempenha algum papel, como a hipertensão, o câncer…). Muitos estudos científicos já provaram sua notável capacidade de reduzir o estresse e a dor, transformando padrões negativos de comportamento e, em relação ao sexo, aumentando a excitação física e a satisfação emocional.

Jovem casal deitado na cama acariciando-se sob o edredom

Em estudos de longo prazo que incluíram um plano de intervenção Mindfulness de oito semanas, Dr. Brotto encontrou melhorias significativas nos níveis de excitação das mulheres com disfunção sexual feminina e reduziu drasticamente os níveis de dor em mulheres com vulvodinia adquirida.

Um estudo da Universidade Brown, projetado para medir o efeito do Mindfulness na excitação sexual, descobriu que as mulheres que fizeram um curso de meditação de três meses relataram sentirem-se significativamente mais excitadas e mais rapidamente.

Outra pesquisa mostrou que a atenção plena e prática de meditação a longo prazo aumentam a atividade em uma parte específica do cérebro, o que pode resultar em mulheres experimentando orgasmos mais intensos.

 

Mudando o foco

Muitas vezes, a prática do Mindfulness pode envolver o foco em algo específico, como a respiração, um objeto ou uma parte do corpo. A psicóloga de saúde feminina, Sabine Tyrvainen, diz que também pode ser útil adotar uma abordagem de “foco aberto” para a prática, particularmente em relação ao sexo:

“Pode ser muito interessante sentir o espaço entre você e seu parceiro, antes de partir para um contatomais íntimo. Tornar-se consciente do espaço – entre objetos, ao seu redor, entre você e seu parceiro. Isso é muito diferente do modo estressante que estamos acostumados a viver.Para relaxar, é importante sair do estado de hiper-alerta, é preciso se concentrar nas sensações do corpo “.

Você está realmente presente?

Jovem casal dançando juntos; homem beijando a testa da companheira

Estar completamente presente durante o sexo pode parecer óbvio, afinal é uma atividade que nos faz sentir nossos corpos através de sensações físicas poderosas e prazerosas.

Mas será que estamos realmente presentes durante a experiência?

Às vezes, nossos pensamentos sobre nós mesmos e nossos parceiros (ressentimento, imagem corporal, ansiedade sobre o desempenho e o resultado) pode nos tornar espectadores, em vez de estarmos totalmente presentes. Os pioneiros da pesquisa sexual, Masters e Johnson, chamaram esse comentário crítico de julgamento do “espectador”. Em vez de sermos arrastados por esses pensamentos que nos distraem, a prática do Mindfulness pede que “voltemos atrás” e decidamos onde colocar nosso foco.

Dr. Brotto acrescenta:

“Não se trata apenas de assistir ou observar, mas a maneira pela qual se faz isso. Sem prática, o julgamento naturalmente acontece. Através do Mindfulness é possível não se envolver com eventos sem importância ou pensamentos passageiros, e apenas focar no que está sendo realizado no momento.”

 

Mindfulness: uma prática constante

Casal à beira mar, segurando as mãos e sentindo a brisa do mar

Quando praticada regularmente, Mindfulness pode ter efeitos positivos e transformadores a longo prazo sobre a saúde e o bem-estar.

Preste atenção ao seu corpo e ao seu ambiente, observe as interações e o envolvimento ao longo do dia – não apenas na cama: sinta a brisa em sua pele, aproveite para realmente saborear a comida que você está comendo, ouça totalmente seu parceiro sem precisar fazer várias tarefas, e saiba identificar quando você está desempenhando o papel de um espectador desprendido, em vez de um participante ativo da sua própria vida.

Além da atividade sexual, Mindfulness pode trazer grandes benefícios para os aspectos gerais da vida, afinal, se trata de aproveitar a vida e vivê-la de forma intensamente em todos os momentos.

Saiba mais sobre Terapia Sexual ou como enfrentar medos, ansiedade e o estresse sexual em: www.doutormax.com.br ou agende sua consulta: (31) 3097-1308

0 respostas

Deixe uma resposta

Participe da discussão.
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *