Você também é um escravo da ditadura da felicidade?

De estantes de livro a tutoriais no youtube. Você já percebeu que a sociedade empurra, goela abaixo, para que todos nós sejamos felizes o tempo todo?

A sociedade de consumo e de bem-estar dita que ser feliz é um dever que precisa ser cumprido. Esta Ditadura da Felicidade é marcado, muitas vezes, por um reducionismo perigoso, que na prática consiste em poder consumir e gozar de todas as facilidades promovidas pela cultura do bem-estar e mascarar nossos medos e derrotas

A ideia de que “você tem que ser feliz, custe o que custar” é tão prejudicial quanto a ausência total de felicidade. Confira o nosso vídeo onde discutimos sobre isso!

A pessoa que se programa para ser feliz, a todo instante, não consegue lidar com o fracasso, com a frustração, com a incapacidade e nem com a ineficiência.

Nossa vida consiste na alternância constante entre momentos de felicidade e de infelicidade. Você precisa ter o luto das derrotas e frustrações para aprender a se reerguer e fazer novas escolhas.

Precisamos aprender a curar nossas feridas, manter o luto e levantar-se sozinho depois de uma queda. A vida é feita de momentos alegres e tristes. Fato.

Se ser feliz é preciso, mas sofrer é mais que necessário. É vital para sua evolução.

0 respostas

Deixe uma resposta

Participe da discussão.
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *