Vida sexual após o parto

Quando retomar a vida sexual após a gravidez?

Após 9 meses de atividade sexual reduzida, o casal pode estar pronto logo após o nascimento

Jovem casal sorrindo enquanto abraçam bebê

Geralmente o casal deve evitar a relação sexual durante as primeiras 4 a 6 semanas após o parto vaginal ou cesariana. No entanto, é preciso consultar um profissional de saúde antes de retomar a atividade sexual.

Se a mulher teve uma cesariana, uma ruptura perineal ou episiotomia, o médico provavelmente recomendará que o casal espere até a consulta de 6 semanas após o parto, antes de retomar a atividade sexual.

Após o parto, o corpo da mulher entra num processo de recuperação, quando o sangramento cessa, as lágrimas cicatrizam e o colo do útero se fecha. Ter relações sexuais muito cedo, especialmente nas primeiras 2 semanas, aumenta o risco de hemorragia pós-parto ou infecção uterina.

Vários fatores determinam se alguém está pronto para retomar a relação sexual após o nascimento de um bebê, o que inclui:

  • Dor
  • Fadiga
  • Estresse
  • Ausência do desejo sexual
  • Medo de sexo
  • Secura vaginal
  • Depressão pós-parto

Como será o sexo após dar à luz?

Jovem casal deitado, beijando-se felizes

Alguns casais podem estar ansiosos para retomar a vida sexual o mais rápido possível, no entanto, é possível que a relação sexual seja diferente nos primeiros meses após a gravidez.

Devido aos baixos níveis de estrogênio no sangue no pós-parto, muitas mulheres experimentam a famosa secura vaginal. No caso de mulheres que estejam amamentando, a situação pode se prolongar além do prazo típico de 4 a 6 semanas.

A amamentação também pode reduzir o desejo sexual da mulher. Além dos níveis reduzidos de hormônios, uma ruptura ou episiotomia perineal pode tornar o sexo doloroso por vários meses após o nascimento de um bebê.

O que você pode fazer para diminuir o desconforto do sexo após a gravidez:

  • Controlar a profundidade da penetração utilizando posições sexuais variadas
  • Aumentar a lubrificação vaginal
  • Fazer uso de analgésicos em casos de dor
  • Esvaziar a bexiga
  • Tomar um banho morno

A lubrificação vaginal, como cremes ou géis vendidos sem prescrição médica, pode ser útil no alívio dos sintomas da secura vaginal. Ao utilizar camisinhas, é preferível optar por lubrificantes à base de água para evitar o enfraquecimento do látex.

Alternativamente, a estimulação oral ou manual pode ser uma opção durante o processo de cicatrização.

Diferentes fatores, como a genética, o tamanho do bebê, o número de partos anteriores e a prática de exercícios, podem alterar a sensação da vagina no pós-parto.

Os hormônios podem causar uma variedade de sintomas incomuns e, às vezes, inconvenientes. Por exemplo, durante as relações sexuais, os seios de uma mulher podem vazar leite após devido a resposta hormonal ao orgasmo.

Exercícios de Kegel

Os exercícios de Kegel para os músculos do assoalho pélvico podem ajudar a restabelecer a força e a estabilidade da região vaginal após o parto.

Eles são simples e podem ser praticados em praticamente qualquer lugar.

O primeiro passo é identificar os músculos do assoalho pélvico. Para isso, a mulher pode treinar ao interromper o fluxo de urina. Os pontos de tensão correspondem aos músculos.

Os exercícios seguem as seguintes etapas:

  • Relaxe os músculos do peito, do abdômen, das coxas e das nádegas.
  • Tente parar um fluxo imaginário de urina.
  • Contraia os músculos pélvicos e segure por 5 a 10 segundos.
  • Relaxe por 5 a 10 segundos e repita dez vezes.
  • Repita todo o exercício três vezes por dia.

A mulher será capaz de aumentar a duração de cada compressão e o número de séries conforme os músculos do assoalho pélvico se fortalecem.

Com o tempo, isso deve ajudar a tornar o sexo menos doloroso e mais agradável.

No entanto, esses exercícios não substituem uma consulta com o especialista, que deve ser consultado diante do quadro de dor e desconforto intensos.

Contraceptivos após o parto

Família feliz e reunida: Mãe carrega bebê no colo enquanto são abraçadas pelo pai.

Um método confiável de contraceptivo após o parto é essencial para evitar uma futura gravidez indesejada.

Casais interessados em contracepção imediata devem considerar opções de barreira, como preservativos, ou anticoncepcionais exclusivamente de progestógeno.

As mulheres que prefiram utilizar dispositivos hormonais ou intrauterinos, devem discutir as opções com um médico ginecologista.

Os casais que desejem combinar o uso de contraceptivos que contenham estrogênio e progesterona, como pílulas ou anel vaginal, também devem falar com o médico sobre a viabilidade da opção.

Relaxe

Mulher deitada no sofá lendo livro e conversando, enquanto apoia a cabeça nas pernas do companheiro também sentado no sofá. Ambos riem.

A gravidez é um momento intenso na vida do casal, principalmente para as mulheres que inclusive, sofrem com as mudanças físicas e hormonais da gestação.

A maioria dos médicos recomenda esperar de 4 a 6 semanas para retomar a vida sexual, pois o corpo da mulher deve se recuperar do trabalho de parto, especialmente após uma cirurgia intensiva, como uma cesariana, por exemplo.

Os exercícios de Kegel podem ajudar a mulher a recuperar a estabilidade da região vaginal e ajudar a reduzir a dor e o desconforto do sexo no pós-parto.

É importante compreender que essa decisão deve ser pessoal, e tomada em conjunto pelo casal. Ambos devem se sentir confortáveis em se abrir sobre suas questões e preocupações, e procurar juntos a melhor resolução.

E se não houver desejo?

Jovem casal abraçado. Homem beija testa da companheira.

Quando um bebê chega, grandes mudanças acontecem.

Se a mulher não estiver a vontade, se sentindo sexy ou estiver com medo, é preciso que ela converse com o seu parceiro.

Até que ela esteja pronta para retomar a vida sexual, o casal pode manter a intimidade através de outras maneiras, como passar algum tempo juntos sem o bebê, conversar sobre as mudanças que estão acontecendo e refletir sobre esse grande momento juntos.

É preciso que o casal procure outras maneiras de expressar o carinho e amor que sentem um pelo outro.

Além disso, é preciso estar atento ao sinais e sintomas da depressão pós-parto, como alterações severas de humor, perda do apetite, fadiga extrema e tristeza. Se o casal perceber sintomas de depressão, é preciso procurar auxílio médico.

É importante lembrar que cuidar bem de si mesmo contribui muito para manter a paixão acesa.

0 respostas

Deixe uma resposta

Participe da discussão.
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *