Cura Disfunção Erétil

É possível CURAR a Disfunção Erétil?

A disfunção erétil é uma queixa muito comum no consultório. Além de mudanças no estilo de vida, conheça outros métodos que podem ajudar a reverter o quadro e garantir uma vida sexual plena e prazerosa.

Homem de meia idade, preocupado olhando para o notebook

Como já falei algumas vezes no blog, a maioria dos homens experimenta pelo menos um episódio de incapacidade erétil ao longo da vida. Em casos extremos, é possível que se sintam incapazes de ter ou manter uma ereção.

A disfunção erétil (DE) é muito comum, afetando cerca de 15 milhões de homens no Brasil – ou 30% da população masculina economicamente ativa.

A maioria dos casos de disfunção erétil ocorre em homens que anteriormente eram capazes de sustentar uma ereção. A condição é geralmente reversível, mas as chances de curar completamente a Disfunção dependem da causa subjacente.

Continue lendo para aprender sobre formas naturais e medicinais para reverter a Disfunção Erétil.

Leia também:

Homem jovem sentado na cama preocupado

Em muitos casos, sim, a disfunção erétil pode ser revertida. Um estudo publicado no Journal of Sexual Medicine encontrou uma taxa de remissão de 29% após 5 anos.

É importante notar que, mesmo quando a Disfunção Erétil não pode ser curada, o tratamento correto pode reduzir ou eliminar os sintomas.

É possível classificar a Disfunção Erétil em dois tipos:

  • Disfunção Erétil Primária

Ocorre quando o homem nunca foi capaz de ter ou sustentar uma ereção. Isso é raro.

  • Disfunção Erétil Secundária

Ocorre em pacientes que já tiveram função erétil regular. Este é o tipo mais comum.

A Disfunção Erétil secundária geralmente é temporária e pode ser revertida. Já a DE primária pode exigir tratamentos mais intensivos.

A Disfunção Erétil é geralmente tratável com medicação ou cirurgia. No entanto, o melhor tratamento pode depender do paciente.

Os métodos para reverter a Disfunção Erétil se enquadram em três categorias:

Dois homem conversando

Tratamentos a curto prazo

Estes ajudam na obtenção ou manutenção das ereções, mas não abordam a causa original da disfunção erétil. Por exemplo, o sildenafil (Viagra) aumenta o fluxo sanguíneo para o pênis, o que pode proporcionar alívio a curto prazo da disfunção erétil. Pode ajudar pessoas com doenças como diabetes e aterosclerose a ter ereções.

 

Tratamento do agente causador

Tratamentos primários abordam o problema que está causando a Disfunção Erétil. Quando artérias entupidas são a principal causa subjacente, pode ser necessário tomar medicação especifica para essa condição, exercitar-se com mais frequência e melhorar a saúde cardiovascular, de modo geral. Essas ações podem reverter a Disfunção Erétil ou reduzir a frequência dos episódios.

 

Tratamento psicológico

A causa da Disfunção Erétil pode ser psicológica, e a própria condição pode levar a crises de ansiedade, o que transforma a condição num ciclo repetitivo.

Os tratamentos psicológicos podem reduzir a ansiedade, aumentar a autoconfiança e melhorar o relacionamento com os parceiros sexuais.

Além disso, essas mudanças podem aumentar a efetividade dos outros tratamentos, quando reunidos numa abordagem multidisciplinar.

Alguns homens acham que a ansiedade intensa com relação ao sexo impede que certos tratamentos funcionem, por isso ao abordar os sintomas psicológicos como o estresse e a ansiedade é possível garantir melhores chances de remissão e cura.

 

Orientações para reverter a Disfunção Erétil

Inicialmente é preciso que o paciente consulte um médico especialista, Urologista e Sexólogo, que possa verificar a existência de algum problema de saúde subjacente. A Disfunção Erétil pode ser o primeiro sinal de dano nervoso relacionado ao diabetes, doença cardiovascular ou um problema neurológico, por exemplo.

Enquanto a causa da Disfunção Erétil pode ser física, a condição ainda pode ter efeitos psicológicos, levando ao estresse ou a ansiedade e tornando ainda mais difícil obter uma ereção.  Um bom plano de tratamento pode, portanto, incluir métodos físicos e psicológicos.

Uma ampla gama de tratamentos pode reverter a disfunção erétil. Como:

  1. Mudanças no estilo de vida
  • Ajustar o estilo de vida pode melhorar muitos problemas que causam disfunção erétil, como diabetes e artérias entupidas. Homens com problemas de saúde subjacentes devem discutir as opções o médico especialista.
  • Apostar em exercícios de relaxamento para controlar o estresse relacionado ao DE e controlar a pressão arterial
  • Exercícios para melhorar o fluxo sanguíneo
  • Perda de peso, quando necessário, para baixar a pressão arterial e melhorar os níveis de colesterol e testosterona
  • Mudar a dieta, que pode especialmente beneficiar pessoas com diabetes ou doença cardiovascular

 

  1. Exercícios do assoalho pélvico

Os músculos do assoalho pélvico ajudam os homens a urinar e ejacular. O fortalecimento desses músculos também pode melhorar a função erétil.

Um estudo abrangente de 2010 descobriu que os exercícios do assoalho pélvico podem ajudar homens com diabetes a obter e manter ereções.

O paciente deve discutir a fisioterapia do assoalho pélvico com um médico para saber quais exercícios são mais eficazes.

 

  1. Aconselhamento ou terapia sexual

A Disfunção Erétil pode impactar negativamente a autoestima. Pode ser difícil falar sobre isso, mas o paciente deve compreender que se trata de uma comum. É importante reconhecer e discutir DE, particularmente quando causa depressão ou ansiedade.

A Terapia individual pode ajudar a descobrir a causa do problema, além de contribuir para o controle da ansiedade e a resolução de problemas emocionais, impedindo assim, o retorno da Disfunção Erétil.

A terapia sexual para o casal também pode ser uma opção que ajuda os parceiros sexuais a falarem sobre seus sentimentos, além de possibilitar maneiras saudáveis e construtivas de se comunicarem sobre a Disfunção Erétil.

 

  1. Alternativas Naturais

Alguns homens acham que terapias alternativas e complementares, como a acupuntura, ajudam na DE. Pesquisar preliminares sugerem que alguns suplementos de ervas também podem ajudar.

Uma pesquisa de 2018, descobriu que a ingestão de ginseng melhorou significativamente os sintomas de disfunção erétil na população estudada. Assim como o extrato de pinheiro bravo, Pinus pinaster e maca.

Métodos de medicina alternativa são mais seguros quando usados ​​sob a orientação de um médico e em conjunto com outros tratamentos.

 

  1. Medicação

Uma ampla variedade de medicamentos pode ajudar no tratamento de Disfunção Erétil. Os mais conhecidos são medicamentos, como o tadalafil (Cialis) e o Viagra, que aumentam o fluxo sanguíneo para o pênis e ajudam a ereção.

Estes podem ser eficazes quando a causa da disfunção erétil é física.

Se uma condição subjacente, como diabetes, está causando Disfunção Erétil, tratá-lo muitas vezes reverter a DE ou impedir que ela se agrave.

A utilização de medicamentos deve ser feita sob prescrição médica, e seu uso indiscriminado pode dar origem a outras condições médicas. Já falei em detalhes sobre isso no artigo: Consequências do uso recreativo de medicamentos para ereção, clique aqui para ler.

 

  1. Dispositivos Mecânicos

As bombas para pênis podem drenar sangue para o pênis e induzir uma ereção na maioria dos homens, incluindo aqueles com graves danos nos nervos. Quando há danos graves nos nervos ou vasos sanguíneos, o uso de um também anel pode ajudar a manter o sangue no pênis.

Mesmo quando problemas sérios de saúde física estão presentes, um dispositivo mecânico geralmente pode ajudar a obter ereções.

 

  1. Cirurgia

Se outras estratégias são ineficazes, ou quando há uma causa anatômica originando a Disfunção Erétil, um urologista pode recomendar cirurgia.

O procedimento envolve implantar um dispositivo que permite ereções imediatas. A cirurgia é eficaz na maioria dos casos e a taxa de complicações é inferior a 5%.

 

Evite julgamentos e não se culpe

Homem sentado com a mão na cabeça

Alguns homens podem se sentir frustrados com a Disfunção Erétil. Por isso é importante lembrar que a condição é tratável.

A Disfunção Erétil é muito comum e geralmente pode ser revertida usando remédios naturais ou medicamentos para tratar a causa subjacente.

A intervenção precoce pode muitas vezes detectar uma condição médica séria, e determinar a causa da Disfunção Erétil precocemente, aumentando a probabilidade de revertê-la. Fale imediatamente com um médico especialista sobre o melhor tratamento.

Doutor Max é atualmente Médico no Hospital da Unimed e Hospital das Clínicas da UFMG, na Especialidade de Urologia.

É Membro Titular da Sociedade Brasileira de Urologia (TiSBU), além de ser filiado a Sociedade Latino-americana de Medicina Sexual (SLAMS) e a Sociedade Brasileira de Sexualidade Humana (SBRASH).

Saiba mais sobre as opções de tratamento para a Disfunção Erétil em: (31) 3097-1308

Para ter acesso a mais conteúdos sobre Sexologia e Urologia, me acompanhe nas redes sociais: @doutormax

0 respostas

Deixe uma resposta

Participe da discussão.
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *